segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Homem não presta!

A visão masculina sobre a clássica frase feminina


"Eu estava na fila de uma sorveteria e ouvi a seguinte frase: Não existe homem que presta.


Ouço essa frase tantas vezes quanto os padres rezam o pai-nosso.

Amor é sempre à quatro mãos...

Quando você ouve alguém falar “não existe emprego que presta” é provável que pense “que estranho essa pessoa falar isso, lógico que tem emprego que preste, e se a empresa não é boa é só ir experimentar outra melhor, se ela fala que todas empresas não prestam talvez ela seja má funcionária”.

Na hora de falar de amor ninguém usa a mesma dedução lógica.

A maior parte das mulheres se esquece que toda relação é feita de duas pessoas e, portanto, é sustentada por um jogo de forças sutis, de ambos lados.

Se a mulher fala que não existe homem que presta eu posso pensar em algumas hipóteses.

1- Ela tem procurado no lugar errado.

2- Ela tem tentado pouco e a amostragem total não representa

3- Ela tem agido de um jeito que espanta qualquer homem

4- Ela tem agido bem, mas ainda não encontrou uma pessoa compatível com os seus propósitos

5- Ela adora generalizar e tomar um por todos e todos por um

6- Ela está falando especificamente de um cara que a rejeitou ou a traiu e estendeu esse raciocínio para não assumir sua parte na história

7- Ela se reúne com as amigas solteiras como ela para falar “dos caras da balada”

Em momento nenhum ela se põe na jogada para entender que NADA do que acontece na vida dela está completamente desligado daquilo que ela é.

Relacionamentos são rendas feitas à quatro mãos. Quando algo não presta não foi de um lado só.

Já vi muitos casos, MUITOS, de garotas que se envolveram com homens que “não prestavam” e ao terminar relacionamentos com elas se engajaram em um relacionamento sério, noivaram e casaram.

O que ela tem a dizer sobre aquilo?

Nada, porque não há nada para dizer. A não ser que ela não foi suficientemente interessante para ele levar as coisas à sério.

Existem muitas mulheres que não oferecem nada enquanto experiência pessoal, mas estão o tempo todo se queixando dos homens. Porque eles deveriam ficar ao lado delas fiéis à uma companhia que no final das contas vai sair batendo pé, esbravejando e dizendo que “homens não prestam”.

Eu não ficaria ao lado de uma mulher desconfiada, raivosa, ressentida com os exs e cheia de mimimi. Quero ganhar tempo na vida, não acho que a maior parte dos homens seja diferente.

É mais fácil sair gritando aos quatro ventos que homem não presta, afinal é de senso comum afirmar isso e ter apoio unânime. Bater na moralidade masculina virou esporte predileto de mulher ressentida.

Os homens que prestam as vezes estão sozinhos, não são necessariamente os mais bonitos, simpáticos, ricos ou bem sucedidos como os que “não prestam”, mas estão batalhando o seu lugar ao sol. São aqueles que estão ao seu lado apoiando suas decisões, incentivando seus projetos, mas que você não vê muito sex appeal.

Esses são embriões de bons maridos, cabe a você cultivar.

Quando uma mulher insiste numa história cheia de altos e baixos, destratos, abandonos, desaparecimentos súbidos eu só posso chegar num diagnóstico, ela também não “presta”. Ela não presta para se valorizar, seguir em frente, cortar relações com o galã maluco e partir para a outra.

O tipo de mulher que adora afirmar que homem não presta é aquela que está dando tiro para todos os lados e não quer garimpar com cuidado, ela se acha super séria e pronta para casar, mas está mais sequelada que soldado voltando da guerra.

A mulher com chance de encontrar homem que presta é aquela que cultiva uma vida boa, bons hábitos, tem uma rede de amigos que não reforçam filosofia de botequim e não são amarguradas e cheias de regras sem sentido. Muitas são devoradoras de homens e nem perceberam.

Confesso que quando olhei para atrás na fila para ver quem era a garota que lançou a frase inicial me deu um certo constrangimento. Sua fisionomia revelava uma mulher bonita, mas amargurada e cheia de preconceitos, provavelmente tão maluca quanto os caras que dispensaram ela na balada.

Será que alguém não presta ou é a a qualidade da interação?

Para mulher de verdade, curiosamente, sempre tem homem que presta."


Posted by blogsobreavida on Set 5, 2012 in Relacionamentos | 3 comments